Contemporâneos : expressões da literatura brasileira no by Beatriz Resende

By Beatriz Resende

Um landscape da literatura brasileira hoje - Em ensaios sobre a produção atual, Beatriz Resende analisa o papel da cidade, da violência e da web nos novos romances, contos e crônicas. Escreve-se mais e melhor, mas também de forma mais plural. Autores como Bernardo Carvalho, Daniel Galera, Cecília Giannetti, Joca Terron, entre outros, ganharam notoriedade mais rapidamente que no passado. Para ela o que mais surpreende é que esta geração começou a ser publicada em 1990 e que, apesar de fazer uso do aparato tecnológico típico de seu pace, não se deixou contaminar por suas facilidades. Beatriz Resende é carioca, doutora em literatura comparada e pesquisadora do Programa Avançado de Cultura Contemporânea

Show description

Read Online or Download Contemporâneos : expressões da literatura brasileira no século XXI PDF

Similar literary theory books

Contemporâneos : expressões da literatura brasileira no século XXI

Um landscape da literatura brasileira hoje - Em ensaios sobre a produção atual, Beatriz Resende analisa o papel da cidade, da violência e da web nos novos romances, contos e crônicas. Escreve-se mais e melhor, mas também de forma mais plural. Autores como Bernardo Carvalho, Daniel Galera, Cecília Giannetti, Joca Terron, entre outros, ganharam notoriedade mais rapidamente que no passado.

Reading De Man Reading (Theory and History of Literature, Volume 59)

Interpreting De guy analyzing was once first released in 1989. Minnesota Archive variants makes use of electronic expertise to make long-unavailable books once more obtainable, and are released unaltered from the unique collage of Minnesota Press editions.

Paul de guy, from the outset of his occupation, involved himself with the act of studying and with gaining knowledge of what a rigorous mode of interpreting can produce. The participants to this volume—conceived no longer lengthy ahead of de Man's demise in 1983—address his conception and perform of analyzing: the character of these readings and what they characterize for analyzing in most cases, not only for literary texts. De guy explored the act of examining simply because in it he might deliver together—in order to cancel—the topics often called reader and author, the referent often called truth, and the medium referred to as language.

In the act of interpreting de guy, the authors of this ebook ask the place his paintings leaves us, what adjustments he made on the planet of feedback and writing commonly, and what we do another way due to him.

Lindsay Waters is normal Editor at Harvard collage Press. Wlad Godzich is professor of comparative literature on the Université de Montréal and co-editor of the idea and heritage of Literature sequence.

Relating Narratives: Storytelling and Selfhood (Warwick Studies in European Philosophy)

Referring to Narratives is a big new paintings through the thinker and feminist philosopher Adriana Cavarero. First released in Italian to common acclaim, bearing on Narratives is an interesting and difficult new account of the connection among selfhood and narration. Drawing a various array of thinkers from either the philosophical and the literary culture, from Sophocles and Homer to Hannah Arendt, Karen Blixen, Walter Benjamin and Borges, Adriana Cadarero's conception of the `narratable self' exhibits how narrative types in philosophy and literature can open new methods of wondering formation of human identities.

The Fairytale and Plot Structure

This publication bargains an in depth exploration of the plot genotype, the sensible constitution in the back of the plots of classical fairy stories. by way of realizing how plot genotypes are used, the reader or inventive author will receive a better figuring out of many different forms of fiction, together with brief tales, dramatic texts and Hollywood screenplays.

Extra info for Contemporâneos : expressões da literatura brasileira no século XXI

Sample text

Nesse texto, mais do que se indagar sobre as condições da produção ficcional na América Latina, Rama faz um acurado mapeamento da criação literária daquele momento, nele incluindo a literatura brasileira, vista por ele como uma das mais autônomas e "nacionais" literaturas que o continente já produziu, e identificando como membro dessa "comarca9* geopolítica o Caribe, cuja literatura surgia como um desafio ao comparatrvismo. Voltar a esse ensaio foi o ponto de partida para pensarmos como poderia se dar, no início do século XXI, um encontro produtivo entre a literatura brasileira e a criada em outros pontos da América Latina.

Se na arte que fala do luto que se seguiu ao arbítrio das ditaduras militares há, apesar de toda a dor, uma sensação de esperança graças à vitória da democracia, nesse tipo de literatura urbana contemporânea, entre nós, qualquer alento é afastado. Não há catarse, não há consolo, não há utopia. Em ensaio especialmente agudo sobre a literatura da violência, "Fear and Loathing in the Polis: the Dark Side of Modernization'' [Medo e ódio na polis: o lado negro da globalização], Jean Franco li vi pi: 'li I chama esses textos contemporâneos de "pós-apocalípticos", obras que, segundo a crítica, falam "de situações onde termos como cidadania, hegemonia e direitos humanos são esvaziados de sentido".

A "progressiva democratização" da narrativa manifestada pela linguagem parece ter-se radicalizado em muitos autores, num afastamento intencional do que se apresentaria como gosto das classes cultas. Faz parte da ordem natural das coisas que o exercício da linguagem apresente diferenças, mas neste momento o que constatamos é a recusa de certa moralidade que alguns dos contemporâneos reconhecem como presente nos grandes modernos, preferindo um retorno aos desabusos próprios dos primeiros vanguardistas.

Download PDF sample

Rated 4.31 of 5 – based on 11 votes